DISCURSO DO ÓDIO

Gil

Gil

Gil


Você já tentou – com suavidade – argumentar algo com uma mulher na TPM?  Mesmo que fale baixinho, ela aumenta o volume da voz e diz em duas oitavas acima: “Não grite comigo!”.

Quando uma citação incomoda um esquerdista, é comum ouvir como resposta: “não me venha com discurso do ódio!”. A frase serve como ponto final à qualquer discussão possível. Você terá de sair do assunto para provar que não está fazendo qualquer discurso de ódio.  Quem leu os mandamentos de Gramsci para a implantação do comunismo, percebe a aplicação da regra: “ACUSE-OS DAQUILO QUE VOCÊ FAZ“.

Pois bem, que é e quem é que profere esse tal DISCURSO DO ÓDIO?

Parece-me citação de quem repete a expressão “ELES CONTRA NÓS”* em discursos públicos, ou de quem acredita nessa dicotomia. Só que a intenção real é promover a violência do “NÓS CONTRA ELES!!”. 

Quem atribui aos adversários ditos e conceitos que usam a todo momento, estimulando preconceitos racial, social e regional? Quem é que diz “paulista não gosta de nordestino”, “brancos de olhos azuis”?  Ou “não querem que o pobre ande de avião” ou “ricos odeiam os pobres” – e outras pérolas do separatismo? 

Não seriam as mesmas pessoas que são flagradas com malas ou cuecas cheias de dinheiro? Seriam talvez aqueles membros de elites só viajam em jatos particulares ou às expensas desses mesmos pobres brasileiros que tanto citam? Cujos amigos íntimos são donos de empreiteiras e banqueiros e bilionários? Quem sabe são os que citam “eles, os brancos”, sendo branco com passaporte internacional e cidadania italiana? Seriam pobrezinhos com contas correntes de mais de seiscentos mil reais e planos de investimentos totalizando vários milhões de reais? Seriam os que se dizem pobres e tem contas secretas na Suíça e na Itália?

Afinal, o que é mesmo “discurso do ódio”?  Dizer que um ladrão é ladrão, ou que um assassino é assassino, ou que um pilantra é pilantra?  Então deve ser também discurso do ódio dizer que um advogado milita no direito, um professor leciona ou um padeiro (crime imperdoável!) faz pão.

 

Anúncios

7 Responses to DISCURSO DO ÓDIO

  1. magu™ says:

    Oxente! O separatismo não é nosso, não. Sempre li coisas em que o nordeste é que quer se separar do Brasil, porque acham que o sul maravilha o explora e fica com a maior parte do dinheiro do país. É uma inverdade que só cabe nas cabeças grandes deles. Eles choram de barriga cheia (acho que a expressão não cabe), pois o congresso está dominado há muito pelos nordestinos e nortistas. Até a legislação os favorece, fruto do regime militar.
    Vai aqui apenas um exemplo: http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/politica/pernambuco/noticia/2017/01/29/grupo-quer-separacao-do-nordeste-do-brasil-268454.php
    Mas, pensando bem, eles bem que poderia conseguir essa separação, e até ficar com o nome brasil. Tenho certeza absoluta que a população do sul e sudeste até pagaria, com prazer, para sustentá-los por um período, desde que a migração fosse revertida, os limites da divisão fossem intransponíveis e eles ficassem com TODOS os políticos federais vigentes…

  2. magu™ says:

    Oxente! O separatismo não é nosso, não. Sempre li coisas em que o nordeste é que quer se separar do Brasil, porque acham que o sul maravilha os exploram e ficam com a maior parte do dinheiro do país. É uma inverdade que só cabe nas cabeças grandes deles. Eles choram de barriga cheia (acho que a expressão não cabe), pois o congresso está dominado há muito pelos nordestinos e nortistas. Até a legislação os favorece, fruto do regime militar.
    Vai aqui apenas um exemplo: http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/politica/pernambuco/noticia/2017/01/29/grupo-quer-separacao-do-nordeste-do-brasil-268454.php
    Mas, pensando bem, eles bem que poderiam conseguir essa separação, e até ficar com o nome brasil. Tenho certeza absoluta que a população do sul e sudeste até pagaria, com prazer, para sustentá-los por um período, desde que a migração fosse revertida, os limites da divisão fossem intransponíveis e eles ficassem com TODOS os políticos federais vigentes…

  3. Galdino says:

    Sou e estou aqui no interior de São Paulo. Há uma usina de açúcar na cidade, por isso recebe muitos nordestinos. É gente trabalhadora e humilde. Os que vemos hoje em Brasília são os que conseguiram, juntamente com outros, uma posição de ganho muitíssimo maior. Como o dinheiro é o maior fator que os move, fazem de tudo para não perder o posto. Até lançar mão do nós contra eles e dizer que o que os alimenta é somente o idealismo e a intenção de cuidar do povo pobre. Alguns até dizem fazer isso por ser possuidor da alma mais honesta do planeta. E tem quem acredita.

  4. Gil says:

    Vale a pena… Talvez tenha que ligar o som, à direita da imagem.

  5. Galdino says:

    Assistindo a esse vídeo até da dó do lula. Uma cara humilde que veio do nordeste de pau de arara e com seu esforço e muito gogó se tornou o maior sindicalista brasileiro. Que chegou à presidência do Brasil. Que dedicou todo seu tempo em tirar os pobres da miséria. Que apenas em seus momentos de folga aproveitava para ajudar seus filhos e sobrinho a trilharem o caminho da fortuna, um deles um fenômeno.Que nunca mentiu, um sujeito com a alma mais honesta do mundo. Muita injustiça. Veja como ele é um sujeito despojado, está sorrindo mesmo tendo perdido a esposa, uns milhões, morando em casa que é emprestada por um amigo, não tendo triplex nem sítio. Um sujeito de bom relacionamento, com gente de boteco até homens influentes e milionários, Eike, Emílio Odebrecht,, Léo Pinheiro, Chaves, Maduro, Fidel Castro e tantos outros. Há dúvidas se não será o próximo presidente. To….. não faltam.

    • Gil says:

      Uma só ressalva, Galdino, sobre confusão de preposições com proposições.

      Ele não tirou os pobres da miséria, ele tirou DA miséria e DOS pobres.

      Para os outros milionários, ele deu.

  6. Galdino says:

    Gil, bom dia. Você colocou muito bem. concordo. O que o lula tinha, não sei se ainda tem, é a audácia de querer ser o “presidente da América do Sul”, tanto que foi o artífice do tal foro de são paulo, arrasando com o Brasil. Meu texto sobre a trajetória do lula é uma blague. Espero que os esquerdistas e alienados não nutram, ainda, o desejo de tê-lo na presidência.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: