FISCALIZE VOCÊ TAMBÉM

Do Blog do Políbio Braga

polibio braga

Políbio Braga


Eis o que os candidatos não poderão fazer a partir de amanhã

A partir de amanhã, os candidatos ficam proibidos de exercer uma série de atividades, segundo explica hoje a Folha.

Isto vale para todos, inclusive para os candidatos do PT, postes ou não.

Eis o rol de restrições mais relevantes:

— Os candidatos ficam proibidos de comparecer a inaugurações de obras públicas, bem como de contratar para esses eventos shows artísticos pagos com recursos públicos;

— Fica proibida a propaganda institucional de atos ou serviços dos órgãos públicos;

— Os candidatos não poderão nomear, contratar ou demitir sem justa causa servidores públicos. Até a posse dos eleitos, também não poderão transferi-los ou exonerá-los, salvo em determinadas situações, como em relação aos comissionados e cargos de confiança;

— A lei proíbe a transferência de recursos da União aos estados e municípios, e dos estados aos municípios, com exceção de recurso com cronograma prefixado ou para atender situações de emergência;

— Os agentes públicos ficam proibidos de fazer pronunciamento em cadeia de rádio e televisão fora do horário eleitoral gratuito.

Anúncios

REPETECO: ONTEM E HOJE

Gil


Já publicamos esse texto que recebi agora pelo zapzap. Mas a cada dia fica mais atual.


Antigamente se ensinava e cobrava Tabuada, Caligrafia, Redação…

Havia aulas de Educação Física, Moral e Cívica, Práticas Agrícolas, Práticas Industriais, cantava-se o Hino Nacional, hasteando a Bandeira Nacional pelo menos uma vez por semana…

Leiam o relato de uma Professora de Matemática:

Semana passada, comprei um produto que custou R$ 15,80.
Dei à balconista R$ 20,00 e peguei na minha bolsa 80 centavos, para evitar receber ainda mais moedas.

A balconista pegou o dinheiro e ficou olhando para a máquina registradora, aparentemente sem saber o que fazer.
Tentei explicar que ela tinha que me dar 5,00 reais de troco, mas ela não se convenceu e chamou o gerente para ajudá-la. Ficou com lágrimas nos olhos enquanto o gerente tentava explicar e ela aparentemente continuava sem entender.

Por que estou contando isso? Porque me dei conta da evolução do ensino de matemática desde 1950, que foi assim:

✔ 1. Ensino de matemática em 1950:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda. Qual é o lucro?

✔ 2. Ensino de matemática em 1970:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda ou R$ 80,00. Qual é o lucro?

✔ 3. Ensino de matemática em 1980:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Qual é o lucro?

✔ 4. Ensino de matemática em 1990:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Escolha a resposta certa, que indica o lucro:
( )R$ 20,00
( )R$ 40,00
( )R$ 60,00
( )R$ 80,00
( )R$ 100,00

✔ 5. Ensino de matemática em 2000:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. O lucro é de R$ 20,00. Está certo?
( )SIM
( ) NÃO

✔ 6. Ensino de matemática em 2009:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00.
( )R$ 20,00
( )R$ 40,00
( )R$ 60,00
( )R$ 80,00
( )R$ 100,00

✔ 7. Em 2015….:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00.
(Ou marque qualquer coisa, já que não posso te reprovar mesmo)
( )R$ 20,00
( )R$ 40,00
( )R$ 60,00
( )R$ 80,00
( )R$ 100,00

(…)

E se um moleque resolver pichar a sala de aula e a professora fizer com que ele pinte a sala novamente, os pais ficam enfurecidos pois a professora provocou traumas na criança.

Todo mundo está ‘pensando’ em deixar um planeta melhor para nossos filhos…

Quando é que se ‘pensará’ em deixar filhos melhores para o nosso planeta?”

PATRIMÔNIO OCULTO

magu

Os prezados leitores podem ler a matéria no link abaixo, do jornal O Globo. Antes, tenho apenas um tópico a levantar. Li em algum lugar que os senadores devem ter idoneidade moral e reputação ilibada. Ah, lembrei onde, são dois projetos de lei (PLS 687 e 688) que o senador Pedro Simon iniciou em 2007, para alterar as regras eleitorais, justificando que esses requisitos são exigidos pela CF para advogado-geral da União e para ministros do TCU, STJ e STF.
Uia, apenas 11 anos atrás. Perguntar não ofende: Essa joça ainda está andando ou está na gaveta do presidente do senado?
Para vocês verem que tipo de CF o país tem. Já não deveria constar do texto constitucional essas exigências? Mas como a CF foi feita por paralamentares, acham que eles iriam incluir esse mamute jurídico para dificultar a vida deles? Nem a pau, não é mesmo?

Mas estou desviando do assunto. Dou o início da reportagem do jornalão e depois indico o link. O pior dessa história é o sujeito ser pré-candidato bem cotado para o governo do Rio. Isso justifica em parte o que eu disse em post anterior, que não quero nem estar num avião que precise passar por cima do Rio.


Porsche, iate, mansão…o patrimônio oculto de Romário
Saiba como O GLOBO descobriu bens de luxo ocultados pelo senador e pré-candidato ao governo do Rio

RIO – Desde a aposentadoria do hoje senador Romário (Podemos-RJ) dos gramados, em 2008, um aspecto surpreendente de sua trajetória começou a ser noticiado: dívidas contraídas ao longo de sua bem-sucedida carreira. No ano seguinte à sua despedida do futebol, por exemplo, uma cobertura no edifício Golden Green, na orla da Barra da Tijuca, foi leiloada por R$ 8 milhões para que o valor fosse revertido a um vizinho, prejudicado pelo vazamento de uma obra feita no apartamento de Romário. Aquele débito era apenas a ponta de um iceberg.

Um levantamento feito este ano na Procuradoria da Fazenda Nacional apontou dívidas de R$ 36,7 milhões do ex-jogador com a União, pessoas físicas e jurídicas. Três perguntas surgiram naturalmente a partir desta constatação: qual a origem deste passivo? Por que um ex-atleta de sucesso e salários altíssimos não quitava estes pagamentos? Como ele driblou as autoridades durante tanto tempo? A história que vamos contar a seguir nasce desses questionamentos.

Desde fevereiro, O GLOBO vem fazendo uma série de reportagens sobre o patrimônio do senador Romário. A apuração envolveu os diversos elementos possíveis: conversa com fontes, coleta e análise de documentos, pesquisa, entrevistas e também uma dose de sorte. Em dezembro do ano passado, uma nota publicada pelo colunista do GLOBO Ancelmo Gois revelava que dois apartamentos de Romário tinham ido a leilão por determinação judicial. Uma consulta ao processo elucidou o motivo: dívidas relacionadas ao extinto Café do Gol, mistura de bar, restaurante e bingo que Romário manteve na Barra entre o fim dos anos 1990 e o início dos anos 2000. Aprofundando a pesquisa, descobrimos que os imóveis, apesar de pertencerem ao senador, ficaram durante anos registrados em nome da construtora que os havia vendido. Por que Romário não havia formalizado a transferência? Surgiam ali os primeiros indícios de ocultação de patrimônio para evitar o pagamento a credores.

Leia mais: https://oglobo.globo.com/brasil/porsche-iate-mansaoo-patrimonio-oculto-de-romario-22847335

ROQUE SPONHOLZ

FIM DA COPA !

 


 

ENFIM, UMA CANDIDATA COM TEOR

A jornalista Valéria Monteiro, ex-apresentadora do Fantástico, agora com 52 anos, no fim de 2017 anunciou sua pré-candidatura à presidência da república e procurava um partido para chamar de seu, o PMN, Partido da Mobilização Nacional, quando se filiou, conforme notícia de 10 de janeiro.
Mas em 1º de abril, outra notícia que o partido tinha impugnado a candidatura, sob alegação que a jornalista tinha baixa popularidade, em pesquisas de intenções de voto.
Mas acredito que foi porque não teve boa publicidade. Como ter baixa popularidade com imagens como a ilustração? (ensaio na Play Boy em janeiro de 1994). E continua bonita…

Agora, conforme notícia do EM Estado de Minas, Valéria conseguiu liminar, em Mandado de Segurança, contra a resolução do PMN, para manter a pré-candidatura à presidência.
Segundo o jornal O Globo, ela disse que o “meu partido tem um coronel. Mas vou até o fim”.

Um repórter perguntou a ela: Mortadela ou Coxinha?
A resposta me conquistou: Nenhum dos dois. Vou de torresmo…

Sugestão do Gil, postado por Magu